Teste de segurança reprova rodinhas de bicicletas infantis


Modelos mais vendidos para crianças de 6 a 8 anos falharam em avaliação da Pro Teste

DA REPORTAGEM LOCAL

Seis das bicicletas mais vendidas para crianças de seis a oito anos foram reprovadas em testes de segurança feitos pela Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor).
As rodinhas das bicicletas testadas se deformaram quando foi simulado o uso por uma criança de 30 kg que pedalasse 500 metros por dia durante 15 meses.
Segundo a associação, os amassados e as rachaduras detectados na avaliação tornam as bicicletas inseguras e podem facilitar quedas de crianças que ainda dependem das rodinhas para se equilibrar.
"Se a rodinha deforma durante o uso, afeta o equilíbrio da criança", explica o pesquisador da Pro Teste Dino Lameira.

Dia das Crianças
O estudo foi divulgado na edição deste mês da revista da Pro Teste e busca alertar pais sobre os riscos de um presente de Dia das Crianças. Foram testadas as bicicletas Caloi Liga da Justiça, Bandeirante Batman, Houston Nic, Hercules High School Music, Sundown TNT Boy, Track & Bike Dino.
Dino Lameira afirma que os pais têm que tomar cuidado com a qualidade do produto que compram. Além disso, devem acompanhar a criança quando usa a bicicleta e olhar sempre que ela para se as rodinhas entortaram ou racharam.

Observação
Observar a criança na bicicleta é uma regra para Sandra do Carmo dos Santos, que na tarde de ontem acompanhava seu sobrinho Rian, de seis anos, no parque Ibirapuera (zona sul).
"Demos uma bicicleta para ele e as rodinhas entortaram na primeira semana. Eram bastante frágeis. Ele já caiu tentando andar sem as rodinhas e agora fico observando para ver se ele não se machuca mais."
As bicicletas ainda foram reprovadas em outros testes. As marcas Sundown e Hercules apresentaram rachaduras no selim e no suporte do guidão. As marcas Caloi e Houston Nic sem rodinhas foram aprovadas em todos os quesitos.

Contestação
As fabricantes contestam o estudo e afirmam que seus produtos têm selo do Inmetro (instituto nacional de metrologia) e que seguem todos os parâmetros de segurança necessários para os consumidores utilizarem os produtos.
A Pro Teste informou que pedirá ao Ministério Público o recall das bicicletas reprovadas. Disse ainda que seguiu as normas adotadas pelo Inmetro no estudo. Não informou, porém, o laboratório que fez os testes "em razão de uma cláusula de sigilo no contrato". Afirmou apenas que se trata de um laboratório "competente".
O Inmetro disse que não poderia comentar o estudo sem ter detalhes do método e das normas técnicas adotados.

Outro lado
As empresas Track & Bike e Brinquedos Bandeirante informaram que seus produtos são certificados pelo Inmetro. "Temos o selo, não entendo a reprovação", diz João Paulo Argeri, da Track & Bike.
A Sundown Bikes questionou os métodos da Pro Teste, já que nunca detectou desgastes como os apontados pelo instituto de defesa do consumidor.
A Caloi disse que o modelo testado já não é vendido, mas afirmou que vai analisar os testes feitos pela Pro Teste. As empresas Houston e Hercules não telefonaram de volta para a reportagem.

(Uol)

1 comentários:

  1. Fillipe disse...:

    Olá Fábio,

    Meu nome é Fillipe Moraes, trabalho numa agência de relações públicas chamada Ketchum Estratégia e faço assessoria para a Caloi.

    Sobre o post da reprovação da bike “Liga da Justiça” pela PRO TESTE, a Caloi esclarece que a bike já havia sido retirada da lista de produtos da empresa por motivo de renovação da linha. Todas as bikes da linha infantil da Caloi são anualmente testadas e certificadas por órgãos do Inmetro, conforme pede a lei.

    A Caloi é a única empresa brasileira com certificação ISO 9001 e 14000 e a única indústria nacional de bicicletas com laboratório de testes dentro da fábrica. A Caloi tomou conhecimento do estudo da PRO TESTE no início de outubro e está analisando os testes realizados.
    A empresa continuará atendendo todas as normas exigidas pelos órgãos responsáveis de segurança para continuar servindo o mercado brasileiro com um produto de qualidade.

    Qualquer dúvida é só entrar em contato por email (fillipe.moraes@ketchum.com.br), fico à disposição.

    Abraços